quinta-feira, 11 de julho de 2013

Perfeito

Ressalte sua voz
em sonhos distantes
o mundo suave
ao mesmo tempo excitante 

cantei para o sol
e ele me queimou
com seu vento
caí no chão com suor e medo

sentado vendo a estrada
as garrafas quebradas
e os medos nos cacos
espetados em fardos

elas parem dragões
que são nossos filhos
elas parem responsabilidade
uns fogem da verdade

outros enfrentam a mentira
como se fosse a própria morte. (L.L.C)

Nenhum comentário:

Postar um comentário