sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Contrato do Dia

Andando sozinho na escuridão
Os gatos brincando com a afeição
As arvores e as casas
Na tragédia do meu olhar
Eu sinto vento bater
A incapacidade de ser
Na penumbra do meu âmago
A luzes artificias
São a unica coisa
Que contrato do dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário